Bichectomia-Lipoplastia facial


 

Nos últimos tempos, a bichectomia tem se tornado um procedimento muito popular entre pacientes.

Bichectomia é um nome estranho, mas é a mais nova moda em cirurgia plástica para afinar o rosto com proporcionando um aspecto de emagrecimento. O Bichectomia consiste em uma cirurgia para retirada das bolas de Bichat, um tecido gorduroso, seu volume pouco varia com a oscilação de peso, por isso que mesmo pessoas apresentando peso ideal ou próximo disto podem ter o rosto redondo e as bochechas aumentadas decorrentes de uma bola de Bichat grande. Esta definição, Bola de Bichat, é devido ao nome do anatomista que a descreveu. Em algumas pessoas, devido ao formato do rosto, essas bolas de gordura ficam ainda mais salientes e por isso, dão a impressão de um rosto grande ou inchado.

As bolas Bichat são dois grupos bem definidos de tecido gorduroso, localizados um em cada bochecha, logo abaixo das maçãs do rosto. Eles não têm nenhuma função específica além de dar volume à área e podem ter tamanhos muito diferentes dependendo das características de cada indivíduo. Na infância, esses depósitos de gordura geralmente têm maior volume, criando o contorno facial arredondado oval arredondado típico de um bebê ou criança.

A bichectomia visa modificar e afinar o contorno facial. Mas não somente pela questão do apelo estético a cirurgia pode ser recomendada, nos casos por exemplo de pacientes que possuem o problema funcional de “morder a bochecha” durante suas atividades diárias, como a mastigação.

É um procedimento cirúrgico é relativamente simples no qual é realizado uma pequena incisão na mucosa da cavidade oral, facilitando a identificação e manipulação do compartimento de gordura. Essa Bolas de Bichat são removidas pela abertura da incisão. A quantidade a ser removida pode ser variável de acordo com a necessidade de cada paciente. Não há cicatrizes externas ou perceptíveis, o procedimento cirúrgico é rápido e pode ser realizado com anestesia local com ou sem sedação. Os pontos utilizados na cirurgia são absorvíveis, ou seja, não há necessidade de remoção dos mesmos.

O procedimento costuma ser rápido, variando entre 20 e 40 minutos. Além disso, a anestesia utilizada é a local, podendo ser acompanhada ou não de sedação. A cirurgia de bichectomia não necessita de internação hospitalar e oferece alta aos pacientes no mesmo dia do procedimento.

A recuperação da cirurgia de bichectomia é tranquila, Na fase inicial podem aparecer algum inchaço e pequenos hematomas nos primeiros dias. O período para o restabelecimento é curto, variando entre 5 e 7 dias. Não é preciso afastamento do trabalho, além de 2 a 3 dias, desde que o inchaço não seja um fator comprometedor. Os resultados costumam a aparecer após três semanas e a recuperação total ocorre, em média, no máximo em até seis meses após a cirurgia.

Importante saber que esse procedimento não é indicado para todos os casos. O ideal é avaliar caso a caso, porque não são todos os indivíduos com rostos volumosos que terão bom resultado com a cirurgia. A bichectomia deve ser indicada em casos específicos e não pode ser banalizada. Portanto, a decisão de realizar ou não o procedimento é exclusivamente do paciente, mas é dever do profissional que realizará o procedimento, alertá-lo quanto aos riscos e resultados a curto, médio e longo prazo.

Open chat